Passando por apertos: classe econômica

É, corredores, não é fácil viajar de classe econômica. E quando se trata de voos longos, então, é pior ainda. É pequeno o espaço para as pernas, a cadeira praticamente não reclina…

Mas, não adianta: se viajar de classe executiva é um sonho muito, mas muito distante para 99,9% dos mortais, o negócio é não deixar de viajar e levar a viagem na classe econômica da melhor forma possível.

Selecionamos algumas dicas para que seu corpo não sinta muito uma viagem de longa distância na classe econômica, ainda mais se você for viajar para participar de alguma prova:

- Evite utilizar roupas e sapatos apertados. Claro que não é preciso apelar para aquela calça de abrigo que usamos para ficar em casa — é possível sim viajar bem vestido e de forma confortável! Escolha bem a sua roupa e calçado, e lembre-se que ficará com ela por um bom tempo.

- Confira, com antecedência, a disposição dos assentos da classe econômica na cia aérea que você for utilizar. Algumas disposições podem ser um verdadeiro transtorno para a sua viagem, como por exemplo ficar no meio de uma fileira com 5 poltronas em viagens internacionais. Escolher um assento no corredor, por exemplo, facilita a sua movimentação pela aeronave. Confira a melhor localização de assentos e faça a marcação com antecedência junto à companhia aérea ou com o seu agente de viagens.

- Use e abuse de bugigangas que possam tornar a sua viagem mais agradável. A Revista Veja publicou, em fevereiro de 2010, uma série de produtos que ajudam a aumentar o conforto durante o voo. Confira!

- Por mais desconfortável que pareça, levante-se com uma certa frequencia durante o seu voo. Estique as pernas, alongue braços, movimente pernas e pés, mexa-se. Ficar parado durante uma longa viagem favorece a trombose – junto com a baixa umidade do ar que temos no avião e a altitude.

- Beba água e evite, ao máximo, bebidas alcoólicas e medicações fortes. Na altitude, tanto o efeito da bebida quanto o da medicação pode ser bem diferente do esperado.

- O cansaço é inevitável na chegada de uma longa viagem. Se for viajar para correr, procure chegar com mais de um dia de antecedência da prova no caso de longas viagens. Assim, você tem tempo de descansar e se o fuso horário for diferente, você ainda tem um tempo para se adaptar.

2 Responses to “Passando por apertos: classe econômica”

  1. Luis disse:

    Uma boa dica é consutar antes o site http://www.seatguru.com que indica os melhores assentos de acordo com a aeronave e a companhia. Lembrando também que a tão disputada janela de emergência só pode ser marcada no check-in então chegue cedo no aeroporto caso queira pegá-la.

Trackbacks/Pingbacks

  1. [...] This post was mentioned on Twitter by Correr pelo Mundo, Correr pelo Mundo. Correr pelo Mundo said: Passando por apertos: classe econômica – http://ow.ly/3q6Cf [...]