Categorias | Brasil, Destaques, Recife, Últimas

8 coisas para fazer em Recife

Recife, capital de Pernambuco, é uma das cidades mais vibrantes do Brasil: com um centro histórico lindo, um calçadão de dar inveja, excelentes opções de gastronomia e um clima de verão o ano todo, Recife é um destino imperdível em nosso país.

Veja nossas sugestões do que você não deve deixar de fazer em uma visita ao Recife:

1. Correr na orla de Boa Viagem

Já que no mar tem tubarão… Aproveite para correr na linda orla da Praia de Boa Viagem! A maior parte da infra-estrutura hoteleira está na orla, portanto, o acesso é fácil. O calçadão tem aproximadamente 8km de extensão, e diversos quiosques garantem a água de coco pós-treino. Para variar seu treino, não deixe também de correr na areia!

foto: Correr pelo Mundo

foto: Correr pelo Mundo

2. Curtir uma das provas do calendário de rua de Recife

Recife tem um calendário recheado de boas provas o ano inteiro. Muitos dos eventos hoje acontecem no Centro Antigo, o que já garante um running tour pela linda parte histórica de Recife. Entre as principais provas estão a Corrida das Pontes (março), Meia Maratona Powerade (maio), Maratona Maurício de Nassau (agosto) além dos tradicionais circuitos de rua nacionais, como o Circuito das Estações (4 provas durante o ano), Night Run, Circuito Caixa e Track&Field Run Series.

3. Ver Recife Antigo do Parque de Esculturas de Francisco Brennand

Formada por 90 peças de cerâmica do artista pernambucano Francisco Brennand, o Parque das Esculturas fica em frente ao Marco Zero do Recife, nos molhes do porto. Com entrada gratuita, o local foi inaugurado em 2000, e permite conferir de perto as obras do artista, além de curtir a vista para o centro antigo da cidade.

foto: Correr pelo Mundo

foto: Correr pelo Mundo

4. Curtir a ciclovia aos domingos e feriados

Nos domingos e feriados há a ciclofaixa móvel de turismo e lazer da cidade de Recife. Funciona das 7h às 16h, e apresenta três rotas: Bairro da Jaqueira até o Marco Zero; Boa Viagem até o Marco Zero e Lagoa do Araçá ao Marco Zero. A ciclofaixa conta com operadores de tráfego, que orientam ciclistas e motoristas. A sinalização, como você vê nas fotos, é excelente, com muitos cones e a presença destes operadores, garantindo a segurança dos ciclistas. Além disso, em três pontos estratégicos estão quiosques para assistência técnica e mecânica das bicicletas (Parque Dona Lindu, Marco Zero e Parque da Jaqueira). É possível alugar bicicletas – até 1 hora de uso é gratuito; acima de 1 hora, o valor é de R$5,00 por cada 30 minutos de utilização (em maio/2014). Confira os trajetos disponíveis e como e onde alugar bicicleta no site ww2.mobilicidade.com.br/ciclofaixarecife

 A ciclovia em frente ao Palácio do Campo das Princesas (foto: Correr pelo Mundo)

foto: Correr pelo Mundo

5. Passear pelo Recife Antigo

Local onde nasceu Recife no século XVI, o Marco Zero, junto ao painel “Rosa dos Ventos”, de Cícero Dias, é uma das principais atrações do Recife Antigo. Pelo bairro, são inúmeras as construções de fins do século XVII e início do século XX (muitas delas restauradas), além de diversos espaços culturais, incluindo a Embaixada dos Bonecos Gigantes, onde se conhece um pouco da história dos bonecos gigantes e de como são confeccionados (Rua do Bom Jesus, 183 – aberto diariamente, das 8h às 18h).

 foto: Correr pelo Mundo

foto: Correr pelo Mundo

O Marco Zero de Recife (foto: Correr pelo Mundo)

E a Praça do Marco Zero (foto: Correr pelo Mundo)

A Embaixada dos Bonecos Gigantes (foto: Correr pelo Mundo)

6. Levar lembrancinhas para todos: artesanato de Pernambuco

O artesanato de Pernambuco é belíssimo. Objetos de madeira, fibra, barro e ainda bordados, todos resultado de minucioso trabalho manual, permitem levar pra casa um pouquinho das tradições e cultura pernambucanas. São vários os lugares onde você pode encontrar artesanato em Recife: na feirinha de Boa Viagem, no Casa de Cultura de Pernambuco (que hoje fica em um edifício onde era, até 1973, um presídio) e também no Centro de Artesanato de Pernambuco, junto ao Marco Zero.

 O Centro de Artesanato de Pernambuco (foto: Correr pelo Mundo)

foto: Correr pelo Mundo

foto: Correr pelo Mundo

A Casa de Cultura de Pernambuco (foto: Correr pelo Mundo)

7. Visitar a Praça da República

No bairro de Santo Antônio, a Praça da República une importantes locais na história de Recife: o Teatro de Santa Isabel (1850), o Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual (1841) e o Palácio da Justiça (1930). Tudo isto em meio a um baobá centenário e palmeiras imperiais guiando os caminhos de quem passeia por ali.

foto: Correr pelo Mundo

foto: Correr pelo Mundo

8. Comer Bolo de Rolo

Uma das maiores delícias da gastronomia de Pernambuco, quem visita Recife não pode deixar de provar o bolo de rolo, espécie de rocambole muito fininho recheado de goiabada. Hoje já surgem novos recheios, incluindo de chocolate e até doce de leite, mas o tradicional, de goiabada, é imbatível. Você encontrará o Bolo de Rolo em padarias pela cidade, e até no aeroporto, já acondicionado para viagem, da marca Casa dos Frios (www.casadosfrios.com.br).

Foto: Reprodução Instagram Casa dos Frios (@casadosfrios)

O Correr pelo Mundo visitou Recife com o apoio do Turismo de Pernambuco e da rede Pontes Hoteis.

2 Responses to “8 coisas para fazer em Recife”

  1. Carolina disse:

    Obrigada, Marcella! :)

    Abraço,
    Carolina
    Correr pelo Mundo

  2. Marcella disse:

    Adorei as dicas.

Trackbacks/Pingbacks