Correr pelo Mundo: 10 dicas para programar sua viagem para correr

Correr uma prova em outro país ou em outra cidade do Brasil é bom demais. Nos permite conhecer novos destinos praticando o esporte que amamos tanto!

Porém, tenha em mente que é importante levar algumas coisas em consideração para aproveitar ao máximo a sua viagem e a sua prova. Confira nossas dez dicas:

Antes de escolher destino ou prova, tenha em mente o quanto você pode gastar. Daí, parta para as opções de provas e destinos.

Saber quanto tempo você deseja ficar no destino, quanto custa uma passagem aérea, gastos com alimentação, etc., é fundamental para poder planejar sua viagem para correr.

É importante saber quanto você vai gastar, para se planejar financeiramente. Pesquise, pergunte! E não deixe de considerar gastos importantes e que fazem a diferença no orçamento, como seguro de viagem e deslocamentos, por exemplo.

Além do orçamento, outro ponto importante para ajudar a definir a sua prova e o seu destino é o tempo disponível para a viagem.

Quanto tempo você terá disponível para viajar? Um final de semana? Um feriadão? Uma semana? Considerar o tempo livre é fundamental na escolha de uma prova, pois quanto menor o tempo disponível, mais cansativa – e cara – a viagem pode ser; leve em consideração os prós e contras.

Mais um fator importante que pode pesar na sua decisão: o clima do destino!

Se você não suporta correr com temperaturas altas, ou com temperaturas muito baixas, pense bem antes de escolher uma prova em uma época com temperaturas com estas características no seu destino.

Outro fator importante é conhecer um pouco do clima no destino para planejar sua hidratação na prova e até mesmo sua alimentação durante a viagem.

Se a prova ainda não estiver escolhida e quiser dar uma força no orçamento, procure uma prova na baixa temporada – caso você esteja em dúvida entre algumas provas para correr pelo Brasil ou no exterior e orçamento for um ponto importante, pesquise sobre a baixa temporada no destino desejado!

Os meses de inverno na Europa, por exemplo, costumam ser mais tranquilos e econômicos; pesquise também os feriados locais, que podem inflacionar sua estadia.

A prova tem medalha? Por incrível que pareça, algumas provas no exterior infelizmente não têm medalhas de finisher!

Um exemplo são provas de 10k na Espanha, que não oferecem medalha aos concluintes – uma pena! Portanto, se medalha for um item muito importante para você, lembre-se de verificar o regulamento ou consultar a organização do evento.

A prova desejada tem sorteio de vagas? Ao se inscrever para uma prova com sorteio de vagas, pense em ter um plano B caso você não seja sorteado, principalmente se você já tiver com passagens compradas para o destino. Há outra prova no mesmo final de semana ou no anterior/seguinte em cidade próxima? Planeje-se!

Planeje a inscrição da prova, principalmente se o evento for muito concorrido!

Muitas provas têm inscrições extremamente disputadas e que costumam terminar em poucos dias, ou mesmo em poucas horas – como é o caso das provas na Disney. Para evitar a tristeza de não conseguir se inscrever na sua prova alvo, informe-se sobre a data de abertura das inscrições e esteja a postos no horário de abertura!

Muitas provas no exterior organizam inscrições por etapas – quanto mais cedo você se inscreve, menor é o valor pago. Inclusive algumas provas no Brasil já trabalham desta forma. Neste caso, programação é fundamental. Assim, se você já tem sua prova alvo definida, não deixe de acompanhar as datas de abertura das inscrições e garantir um menor preço.

Veja a possibilidade de unir provas em dois finais de semana seguidos: diversão em dobro caso você tenha disponível mais de uma semana fora!

Se você tiver a possibilidade de unir dois finais de semana em sua viagem, confira o calendário de corridas da cidade! Poder participar de duas provas durante sua viagem pode ser uma experiência única e muito especial! A gente te ajuda - consulte o calendário de corridas aqui no Correr pelo Mundo!

Muitas provas de 21k e 42k pelo mundo já pedem um atestado médico ao participante. Sem este atestado, o kit não é nem entregue ao corredor!

Na Argentina, por exemplo, no início de 2016 entrou em vigor uma lei que exige atestado médico para provas de 5k ou mais.

Assim, informe-se se o atestado é solicitado pela organização do evento. Normalmente, os sites das provas inclusive disponibilizam um modelo de atestado, o qual o seu médico deve lhe avaliar e então preencher com suas informações, assinar e carimbar.

Comments are closed.