SP City Marathon acontece no próximo domingo

São Paulo como nunca antes vista: essa é a proposta da SP City Marathon, prova de nível internacional que acontece no próximo dia 29 de julho.

Foto: Divulgação / Mizuno

O percurso é um convite para os atletas conhecerem, correndo, muitos dos cartões postais da principal metrópole da América Latina. Com isso, mais uma vez a marca reforça seus objetivos de gerar experiências de performance aos corredores.

A SP City Marathon oferece 42K e 21K, reunindo cerca de 15 mil corredores nas duas distâncias. A largada de ambas acontece às 5h45 para atletas ADC, às 5h50 para a elite feminina e às 6 horas para elite masculina e demais pelotões que serão blocados por ritmo de prova, na Praça Charles Miller, no Pacaembu, passando por marcos da cidade como Av. 23 de Maio, Catedral da Sé, Av. São João, Teatro Municipal e Cidade Universitária, entre outros. A chegada é no Jockey Club de São Paulo.

“Investimos em plataformas que proporcionem momentos memoráveis para os atletas, bem como em produtos que possam auxiliá-los em sua prática esportiva. E pela excelência na organização e estímulo ao alto desempenho, a SP City Marathon tem forte conexão com o DNA da Mizuno. Estamos felizes com essa parceria”, diz Felipe Gentil, gerente geral da Mizuno Brasil. “E sempre buscando estar perto do corredor, atendendo suas expectativas e necessidades, para a SP City também desenvolvemos ativações exclusivas – tanto na expo como na prova em si – para entregar boas experiências para o participante”, completa Eduardo Oliveira, gerente de marketing esportivo da Mizuno.

#MIZUNOSPCITY

A retirada de kit será feita na sexta, 27, e no sábado, 28, das 8 às 18h, no Transamérica Expocenter. Na loja oficial do evento, a Iguana Store, uma parceria entre Iguana e Mizuno, o corredor pode testar nas esteiras disponíveis os vários modelos da marca e conferir a coleção de camisetas alusiva à prova. E mais: na compra de qualquer tênis da Mizuno, o corredor ganha um cadarço elástico e na compra mínima de R$ 440 em calçados, um vale de personalização da camiseta para ser feito em um stand parceiro da Mizuno.

Em outro espaço, próximo à loja, a Mizuno disponibiliza o teste da pisada e promove a ação WaveKnit Key. Para fazer parte da WaveKnit Key basta postar uma foto no Instagram usando a hashtag #MizunoSPCity, procurar um promotor Mizuno, que entregará um folheto com um código. Em posse dessa senha, o corredor terá três chances para abrir as caixas que guardam o grande lançamento da marca, o Mizuno WaveKnit. Abrindo, ele leva o tênis.

Parte importante no processo de preparação do atleta para uma maratona ou meia maratona, as famílias e os amigos ganham destaque nas ativações da Mizuno no evento. No espaço da Mizuno na expo também serão distribuídos bate-bates e tattoos removíveis para animar ainda mais a torcida.

E ao longo do sábado, durante as palestras na Expo – inclusive uma delas com a participação do time sub 3 horas (mais infos abaixo) – também serão realizados concursos de fotos postadas com a #MizunoSPCity.

MIZUNO SUB 3

Em duas recentes maratonas brasileiras, a média de homens finalistas amadores nos 42K abaixo de três horas foi cerca de 1%. Ou seja, correr a 4m15s por quilômetro – ou 14,1 km/h –, por 42K é difícil e para poucos. Mas é um sonho entre muitos. Na SP City Marathon, um grupo liderado pelo corredor Roger Ruivo, de Suzano (SP), vai em busca dessa conquista. No ambiente digital, os atletas podem ser encontrados pela hashtag #mizunosub3.

De forma geral, para se preparar bem para uma maratona leva-se de três a cinco meses, com treinos regulares de corrida, musculação e alimentação balanceada. Para se tornar um maratonista sub 3h, soma-se a isso um bom histórico de corridas e muitos quilômetros acumulados, além de corpo e genética favoráveis a endurance. Um amador – que no dia a dia trabalha, estuda, tem família e vida social – consegue? “À base de muita disciplina e foco, abdicando de algumas coisas para treinar e tendo acompanhamento de profissionais, acredito ser possível. Mas é preciso ir por partes: ninguém se torna sub 3h do dia para a noite”, diz Ruivo, duas maratonas, as duas sub 3h.

O time que Ruivo vai puxar na SP City é formado por mais seis atletas, de diferentes profissões e idades variando entre 26 e 46 anos. “Convidei corredores que já estavam próximos da meta. Para quem não tinha maratona, usei como critério o tempo em meia maratona. Alguns são meus amigos, outros não. E o que todos têm em comum? Estão próximos de atingir o sub 3 e querem muito isso, são dedicados e extremamente disciplinados”, conta.

Outras informações no site http://loja.iguanasports.com.br/sp-city-marathon-2018

Comments are closed.