Viena – Diário de Viagem – Dia 2

Jantar de Massas da Maratona de Viena, além de excelentes parques para correr na cidade, palácios e mercados. Veja como foi nosso segundo dia em Viena!

Nosso segundo dia em Viena foi de passeios impressionantes em uma cidade que se posiciona, claramente, como a cidade das artes, mas que hoje tivemos a oportunidade de ver que Viena é, também, uma cidade voltada para os esportes.

O dia começou cedo, e nossa primeira parada foi na Ópera de Viena, construída no século 19.

Ópera de Viena, com apresentações em cerca de 300 dias por ano (crédito foto: Correr pelo Mundo)

Logo depois, nos esperava o Naschmarkt, ou o mercado dos gulosos, como também é conhecido. Ao caminhar por mais de 1km de bancas, já se entende a fama do mercado. A variedade de produtos é enorme, e o perfume dos alimentos é convidativo. Muita gente aproveita para tomar um café em um dos vários restaurantes do mercado.

Oferta de frutas secas do mercado mais tradicional de Viena (crédito foto: Correr pelo Mundo)

E aos sábados, o Naschmarkt tem uma atração a mais: o mercado de pulgas.

Mercado de Pulgas visto da estação de metrô (crédito foto: Correr pelo Mundo)

A apenas uma estação de metrô do Naschmarkt está a Igreja São Carlos, situada na Karlplatz. O lugar é simplesmente fantástico. Lindos jardins cercam a Igreja, que teve sua construção finalizada em 1739, e foi uma forma de agradecimento pelo final de uma epidemia de peste.

Quem resiste a um jardim como este? (crédito foto: Correr pelo Mundo)

E como não é sempre que se tem a oportunidade de conhecer uma cidade como Viena, aproveitamos ao máximo a manhã. Logo após a ida à Igreja São Carlos, rumamos ao Belvedere, um palácio em estilo barroco, com amplo jardim e foi inaugurado em 1716; hoje, é um museu. Vimos muitos corredores por aqui!

Belvedere: lindas vistas de Viena! (crédito foto: Correr pelo Mundo)

E falando em corredores, depois do Belvedere fomos conhecer dois lindos parques de Viena: o Stadtpark e o Prater.

O Stadtpark tem 65 mil metros quadrados e é bem central. Depois da corrida por aqui, uma boa pedida, se o tempo permitir, é curtir o sol em um dos jardins do local.

Dia de sol no Stadtpark (crédito foto: Correr pelo Mundo)

Pela tarde, foi a ver de conhecer o Prater, maior parque da cidade, que comporta um parque de diversões e espaços perfeitos para a prática de esportes, principalmente a corrida.

A roda-gigante do Prater, símbolo de Viena (crédito foto: Correr pelo Mundo)

Em breve, faremos um post especial sobre os melhores locais para correr em Viena!

E para terminar, fomos conferir o jantar de massas da Maratona e Meia de Viena. O local não poderia ser mais clássico, a cara de Viena: o salão principal de eventos da Prefeitura da cidade.

A prefeitura de Viena – local da Pasta Party (crédito foto: Correr pelo Mundo)

A Pasta Party da Maratona e Meia de Viena no salão de eventos da prefeitura da cidade (crédito fotos: Correr pelo Mundo)

Leia também:

LEIA TAMBÉM:

Diário de Viagem – Viena – Dia 1

Diário de Viagem – Viena – Dia 3

O Correr pelo Mundo viajou a Viena a convite do Escritório de Turismo de Viena.


Deixe uma resposta