Israel – Informações práticas

Leia nossas dicas que lhe ajudarão a planejar sua viagem para Israel.

Planejar uma viagem para Israel exige, além da tradicional escolha de roteiros e passeios, muita atenção aos detalhes. Confira nossas dicas:

COMO CHEGAR

Do Brasil, a El Al tem voos diretos de São Paulo a Tel Aviv, três vezes na semana. A companhia aérea é nota 10: o espaço para as pernas é notável, o atendimento dos comissários é excelente (sempre verificando se os passageiros necessitam de algo mais), além da qualidade da alimentação no voo.

NO AEROPORTO

Chegue com muita antecedência ao aeroporto para voar para Israel — as tradicionais três horas de antecedência serão bem utilizadas nesta situação.

É que antes de você embarcar, são realizadas uma série de perguntas de segurança pelo pessoal da companhia aérea (onde você vai ficar, com quem vai, o que vai fazer por lá, etc, etc), e delas não têm como escapar. A duração da “entrevista” depende do passageiro. E não esqueça de levar toda a documentação que tem direito: reserva de hotel, passagem de retorno, passeios reservados por agência de viagem.

Chegando em Tel Aviv, o procedimento de retirada de bagagens é o mesmo em qualquer lugar do mundo.

Ao retornar ao Brasil, fique atento no aeroporto: antes de fazer o check-in, você fará o mesmo procedimento de segurança realizado no Brasil.

VISTO

Brasileiros não precisam de visto para entrar em Israel.

SEGURANÇA

Uma das principais perguntas de todos: como é a segurança em Israel? Grande parte das atrações, especialmente em Jerusalém, tem controle de segurança na entrada. Além disso, há vários pontos de checagem de segurança na estrada que liga Tel Aviv a Jerusalém. Tudo isso em virtude de controle de terrorismo. Quanto a assaltos, encontramos o país sem problemas neste ponto (mas não deixe de tomar os cuidados de sempre com seus pertences).

O país recebe cerca de 3 milhões de turistas todo o ano. Quando estivemos lá, para a Maratona de Jerusalém, no mês de março, era impressionante a quantidade de turistas no país. Nossa dica é fazer passeios guiados, agendados no país ou previamente em agências de viagem do Brasil. Fique atento aos acontecimentos do país antes de embarcar e aproveite a viagem!

COMO SE LOCOMOVER

Os passeios que fizemos em Israel foram realizados com um guia todo o tempo. As vantagens? Aproveitar e aprender muito mais sobre o país além de não se incomodar com transporte e a sensação de segurança.

Outras opções são as linhas de ônibus da cidade e os táxis — veja no site oficial de turismo de Israel um resumo sobre outras formas de transporte no país.

IDIOMA

Em Israel é falado o hebraico pela maior parte da população. O árabe também é utilizado, mas por minorias. Mas não se preocupe: Israel é um dos países que já visitamos com maior facilidade para encontrar pessoas que falam inglês.

CLIMA

Prepare-se para muito, mas muito calor nos meses de primavera/verão (abril/setembro), especialmente nas regiões da costa e nas áreas mais desérticas. Em Jerusalém, o clima é frio no inverno, com temperaturas médias próximas aos 8°C, e com considerável volume de chuvas. Já no verão, o tempo é seco, com média de temperatura ao redor dos 22°C.

LEIA TAMBÉM

O nosso diário de viagem a Jerusalém e Tel Aviv.

Deixe uma resposta